PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ITAHY IRACEMA COUTO LIMA

Por Prefeitura Itaituba em quarta-feira, julho 12 th, 2017

No dia 11 de agosto de 1926, Itaituba enchia-se de alegria para receber mais uma de suas filhas, pois às 6:00 hs (seis horas) nascia ITAHY IRACEMA COUTO LIMA, filha de uma prole de 20 (vinte) filhos, presente de Deus ao casal CLAUDIO COUTO, alagoense, poliglota, pintor, secretário e de ROSINDA MARCIEL, paraense, natural de Itaituba, do lar, descendente de francês e da tribo Maués, que deu origem a seu nome ITAHY (pedra miúda) IRACEMA (lábios de mel).

ITHAY-1

ITAHY IRACEMA teve uma infância cheia de dificuldade, pais que vinham de uma família humilde, honesta e trabalhadora, mas cheia de alegrias compartilhadas com seus 19 (dezenove) irmãos chamados de: 1) Ubirajara Ubiratã, 2) Aymoré Couto, 3) Aracy Paraguaçu, 4) Maratã Araguaya 5) Maria Couto, 6) Naya Maria, 7) Aritapera, 8) Aramanahy, 9) Maritch Guaraciaba, 10) Yupatira Porancy, 11) Porancy Iuracy, 12) Intimahã, 13) Taparayas, 14) Cassiporé, 15) Itupiranga, 16) Inhândy Itacy, 17) Nara Iracy, 18) Tabajara Tupinambá, 19) Rosinda Filha.

Sempre primou pela união, pelo respeito ao próximo, cultivando os princípios religiosos com muita fé em Deus, maior herança deixada à sua família.
A sua adolescência não foi diferente das demais crianças de sua idade, estudou, brincou de boneca onde até hoje guarda algumas delas com muito carinho e recordação. E no esplendor de sua juventude, brincou de roda, cordão de pássaros e pastorinha.

Conheceu as primeiras letras com sua mãe Rosinda Marciel de quem tem felizes lembranças, especialmente do carinho e das lições de vida para que atingisse o aprendizado. Prova de que o amor e exemplo são lições de vida eterna.

Estudou o primário com as professoras Aparícias Costa e Mara Madalena Lages de Mendonça.

Em 1942 numa destas brincadeiras de roda é que JOÃO DA SILVA LIMA, amazonense, colocou os olhos pela primeira vez em ITAHY COUTO e percebeu que aquela jovem de cor clara, bonita e educada poderia a vir a ser a sua namorada. Ele mariano e ela filha de Maria. Um encontro sobre a proteção intercessora de Maria a Virgem Santíssima, o maior exemplo de fé a soberana vontade de Deus: “- Faça tudo que Ele disser”.

No dia 16 de janeiro de 1949 na igreja, hoje matriz de Sant’Ana, o casal foi unido pelo matrimônio com a benção de Deus e do frei Viturino, na ternura de uma infinito na sua durabilidade humana. A sua fonte de renda passaram a ser do emprego da Prefeitura Municipal de Itaituba, onde exercia a função de Protocolista e Arquivista. Porém, as dificuldades continuaram a existir, pois a prefeitura não pagava seu salário e família já aumentava e o crédito do comércio ter sido cortado, veio a sobreviver da Pesca, caça, roça, venda de salada de frutas, pasteis e cascalho.

Apesar dessas dificuldades, mesmo assim, ITAHY COUTO nunca perdeu a fé em Deus, pois com ela, sabia que tudo poderia alcançar nos exemplos de humildade que fortalece; honra que dignifica e amor que uni os laços de afeto família. Acreditar que Deus é Pai de Amor, Perdão e Justiça e Misericórdia está a origem de sua fé e devoção com a religião, escolhendo Sagrado Coração de Jesus como Santo de sua devoção.

A vida financeira começou a melhorar para a felicidade de seus 11 (onze) filhos, trazendo-nos a grande lição que não é o dinheiro que traz felicidade, mas a partilha do pouco que se multiplica em benção, pois ITAHY COUTO é mãe de:
– Creuza Donatelli – Médica, Advogada – residente em Caxias do Sul – RS;
– Carlos Couto – Policial Rodoviário Federal – desencarnou em 2010 em Belém;
– Cleonice Pinheiro – Empresária – residente em Ananindeua – Pa;
– Claudete Lobato – Aposentada pela Prefeitura Municipal de Itaituba, única filha que acompanha seus pais em Itaituba;
– Claudemir Lima – Administrador de Empresa com especialização em Gestão Pública, funcionário público do estadual – residente em Belém – Pa;
– Claudioberto – Já falecido;
– Claudenice Mauricia – Professora – residente em Belém – Pa;
– Clarice Maristela – Já falecida;
– Socorro Passos – Pedagoga, Bancária (Bradesco) – residente em Belém – Pa;
– João Couto – Médico e Tenente Coronel do Exercito – como membro efetivo da força de Paz, exerceu atividades na África e no Haiti; hoje residente no Rio de Janeiro
– Celso Couto – Empresário – residente em Belém – Pa.

Dos filhos acima relacionados, Claudioberto e Clarice e Carlos Couto já foram chamados por Deus.

Não podemos esquecer da adoção por amor de Ivone Lima Ribeiro, Júlia Couto da Silva e Ribamar Couto da Silva.
Seu Lar era o albergue do coração! Quantos filhos “temporários” conviveram com este mulher que trazia na Maternidade, a fonte mais forte de amor, vida e fé.

ITAHY IRACEMA COUTO LIMA, uma menina nascida em Itaituba de família humilde e crente de Deus, hoje é ministra da eucaristia – Aposentada da Prefeitura Municipal de Itaituba como Protocolista – Arquivista – Colaboradora da cultura do nosso município – Mãe e esposa exemplar e para nós é o Patrimônio Histórico de Itaituba.